Aprendendo Português nas Escolas da Floresta

“Aprendendo Português nas Escolas da Floresta” apresenta textos, desenhos e atividades voltados ao ensino do português, elaborados em 1993 pelos professores índios do Projeto de Autoria da Comissão Pró-índio do Acre, durante o XII Curso de Formação na Área de Estudo de Línguas e Pedagogia. O livro contém textos e desenhos de professores Apurinã, Ashaninka, Jaminawa, Kaxinawá, Katukina, Manchineri, Shawãdawa e Yawanawa. O livro foi editado pelo Ministério da Educação e do Desporto em 1997. Trata-se de um material de pós-alfabetização em português como segunda língua, voltado aos alunos das escolas da floresta, para ampliar sua fluência linguística oral e escrita. O livro, construído pelos professores a partir de situações de uso da língua portuguesa que consideram comuns e que necessitam de um enfrentamento discursivo que favoreça sua relação intercultural, está dividido em duas partes: falando português na aldeia e falando português na cidade. A primeira é voltada para crianças e jovens, com um domínio incipiente do português, que desejam ou têm que interagir com não índios(assessores, vizinhos regionais, etc) em suas ideias. A segunda destina-se a jovens e adultos, mais fluentes no português, e que precisam se comunicar nas  cidades em situações diversas como tirar documentos, negociar produtos, votar, etc.