COMUNICADO

Viemos comunicar aos nossos parceiros que o Centro de Formação dos Povos da Floresta (CFPF), que também abriga a sede da Comissão Pró-Índio do Acre, foi alvo de uma ação criminosa na madrugada deste sábado (24/09/2016). Nove homens encapuzados renderam o segurança da instituição, abriram a força as salas  dos  prédios de onde retiraram computadores, impressoras, máquinas fotográficas, além de outros equipamentos. O prédio onde funciona o escritório da OPIAC e da AMAAIAC, também foi  assaltado.

Desde o início de julho o CFPF já sofreu três ações criminosas através de furtos e roubos. Este foi o quarto caso e o mais sério de todos, com  violência  física ao segurança  e terror psicológico   ao caseiro e sua esposa que moram no local. Das vezes anteriores, queixas e boletins de ocorrência foram registrados na 3ª Delegacia Regional da Polícia Civil, no bairro Sobral, em Rio Branco, com a perícia técnica. O assalto da madrugada deste sábado   foi registrado na Delegacia de Investigação Criminal, no bairro Cadeia Velha. Foi feita nova perícia aberta nova investigação. Todas as medidas cabíveis de segurança para reaver os bens da instituição foram tomadas. Durante todo o dia deste sábado, 24, estivemos envolvidos na apuração dos fatos e demais procedimentos legais, com apoio e acompanhamento dos membros do Conselho Deliberativo. Também solicitamos o apoio da Secretaria de Segurança Pública do Acre para reforçar e assegurar o andamento das investigações e os esforços para  solucionar o caso.

Os prejuízos foram imensos. Além dos computadores, os HDs onde era armazenada a cópia de segurança de quase todo nosso acervo do Centro de Documentação e Pesquisa Indígena (CDPI), e documentos do Setor Administrativo e Financeiro, também foram levados. Quase toda uma vida institucional perdida. No entanto, informamos aos nossos parceiros indígenas, indigenistas e financiadores, que toda a documentação física da instituição foi preservada.

Medidas de reforço de segurança ao CFPF foram tomadas, assistência ao segurança foi prestada e o mesmo passa bem.  Há todo um procedimento legal em execução com a Polícia Civil do Acre e investigadores. Estamos confiantes da apuração dos fatos e não relaxaremos até que o crime esclarecido.

Com a  intenção de manter a informação correta e transparente,  a segurança e o diálogo em nossas relações emitimos esse comunicado, e esperamos contar com vosso apoio e solidariedade.

Atenciosamente,

Gleyson de Araújo Teixeira Ana Luiza Melgaço Maria Luiza Ochoa
Coordenador Executivo Coordenadora do Programa de Gestão Territorial e Ambiental Coordenadora do Programa de Política Pública
Conselheiros:    
Vera Olinda Sena Nietta Lindenberg Monte Mara Vanessa Dutra
Ingrid Weber Francisca Oliveira Lima Terri Valle de Aquino
Renato Gavazzi